O atendimento humanizado e os memes

Se você acha que memes são fenômenos da atualidade, temos uma surpresa para você: eles são mais antigos do que se pensa.

Bordões, gírias, acontecimentos inusitados… Tudo isso sempre foram memes, eles só não se chamavam assim. Foi quando em 1976, o escritor Richard Dawkins cunhou o termo em uma de suas próprias obras — e desde então tem sido usado até hoje. Com sua origem na palavra grega mimeme (denominando alguma coisa que foi replicada de maneira peculiar, imitada), o meme nunca foi tão atual. E, claro, graças à internet ganhou mais força e mais notoriedade.

Virais não são memes! Saiba distinguir

Isso mesmo. Virais possuem a premissa de cópia inalterada, ou seja, é algo que foi difundido sem contribuições pessoais de quem repassa. Já o meme sofre mutações, se reinventa e pode se transformar em e para diversas situações. Quer alguns exemplos? Uma campanha publicitária tocante que se espalha pelo mundo inteiro e mantém sua mensagem original — isso é um viral. Já uma cena engraçada de uma novela poderia ser replicada de diversas maneiras e retratar outras situações, podendo até passar mensagens completamente opostas à obra original; temos aí um meme!

Como os memes podem ajudar meu negócio?

Pode parecer surpreendente mas existem especialistas em memes, cuja área formal de estudos é a memética! Mesmo com pesquisas e discussões acadêmicas, não é possível garantir o sucesso de um meme genuíno. O que podemos (e devemos!) usar são os memes já consolidados como uma nova forma de abordagem na comunicação com o cliente, seja na divulgação de um produto, um serviço ou oferecendo conteúdos relacionados. Isso, claro, se a cultura e tom de voz da marca permitir.

“Memes podem ser um ótima ferramenta para humanizar seu atendimento.”

Dependendo do tipo de serviço oferecido e do espírito da empresa em optar por uma comunicação mais irreverente, os memes são uma ferramenta interessante de humanização.

Serviços como divulgação de conteúdo próprio, e-mail marketing e blogs também utilizam memes como forma de atrair a atenção do leitor. É uma boa alternativa a leitura maçante ou termos muito técnicos para um público leigo. A intenção é favorecer a permanência do interesse e deixar a comunicação mais leve.

Cuidado (ou não!) para não virar um meme!

Já imaginou uma conversa com o SAC da sua empresa viralizar a ponto de se transformar um meme? Listamos algumas situações inusitadas nesta matéria: “Chatbots: atendimentos e casos curiosos“.

Comentários

instant-solutions